PENSAMENTOS E A ANSIEDADE

Hoje em dia já é sabido que pensamentos impactam na nossa saúde mental podendo acarretar doenças como depressão, ansiedade, fobias, etc. Então, se você tem ansiedade a melhor forma de conseguir reduzir os sintomas é entendendo seu funcionamento mental e identificando os pensamentos que têm.  Você pode investir também em saúde preventiva, ou seja, “cuidar para não adoecer”.

Sobre a ansiedade, normalmente as pessoas buscam informações para entenderem o que sentem a fim de encontrar um meio para acabar com os sintomas. Elas chegam ao consultório reclamando de insônia, dor de cabeça, falta de concentração, taquicardia (coração acelerado e aperto no peito), mãos suando, etc. e desejando uma resposta rápida. Assim, uma das primeiras coisas que explico aos meus pacientes quando eles me pedem resultados rápidos é que é preciso saber o que eles andam pensando…

Conhecer os pensamentos dos pacientes é importante porque a ansiedade é causada por pensamentos antecipatórios que nos deixam ligados naquilo que vai ou pode acontecer… Dessa forma, esses pensamentos antecipam o sentir em relação às atividades e experiências que ainda vivenciaremos. Porém, isso é um processo muito espontâneo e, na maioria das vezes, não nos damos conta dele e quando percebemos já estamos sentindo, ou seja, estamos ansiosos. Por ser tão espontâneos (quase inconscientes) é que precisamos da ajuda de um profissional psicólogo para identificarmos esses pensamentos, pois sozinhos não conseguimos.

Uma informação relevante para te fazer refletir sobre isso que estou escrevendo, é que não são os acontecimentos da vida os responsáveis pelo sofrimento psicológico (ansiedade por exemplo), mas sim, os pensamentos (interpretação) que temos sobre as coisas, as pessoas, as experiências. Olha que interessante! Por isso entender o que se passa na sua cabeça é fundamental para evitar o adoecimento.

Eu ouço muitas pessoas falando sobre ansiedade e muitos relatos como estes: “Meu amigo ficou ansioso depois que a mãe dele faleceu” ou “Depois que o marido da minha irmã perdeu o emprego foi que ela desenvolveu a ansiedade”. Bem, conforme expliquei, não seriam essas as causas dos sintomas apresentados, mas sim, os pensamentos que surgem em decorrência desses acontecimentos. Na mente dessas pessoas poderiam surgir ideias como: “E agora, como vai ser a minha vida sem a minha mãe?” Ou “Sem esse emprego não será possível pagar o aluguel, não vamos conseguir viver aqui”. Esses exemplos servem para você perceber que os pensamentos são complexos e muitas vezes essas ideias todas passam por nossa cabeça e nos faz sentir coisas desagradáveis, mas não percebemos ou não acreditamos que isso posa gerar isso tudo em nós.

Eu não estou dizendo que experiências ruins não atrapalham nossa vida, não é isso, estou apenas explicando como elas podem impactar nossos pensamentos e como esses pensamentos nos fazem sentir ansiedade, por isso, é importante ter conhecimento sobre o que você anda pensando, pois é neste trabalho de investigação sobre o seu pensar que conseguirá entender seus sintomas. Para entender melhor sobre isso você pode assistir a um vídeo postado aqui no nosso site e no youtube onde eu explico o modelo cognitivo (ACONTECIMENTO -> PENSAMENTO -> SENTIMENTO (Ansiedade) clique aqui.

É interessante também citar aqui as muitas pessoas que não veem sentido quando ficam ansiosas porque não vivenciaram um acontecimento aparentemente relevante. Reforçando o que eu disse anteriormente e talvez esclarecendo, são os pensamentos que adoecem e não os acontecimentos, por isso, pessoas que não passaram por questões complexas podem vir a desenvolver transtornos de ansiedade porque ele tem relação com os pensamentos que ela têm. As vezes essa pessoa não vivencia nada impactante, mas alimenta pequenos pensamentos ao longo do tempo e isso também pode ser prejudicial.

Para finalizar, não se esqueça que a junção de pequenas situações podem ocasionar ansiedade, pois pensamentos são como avalanches, podem começar pequenos, se espalhar e ganhar força, e do nada desmoronar, ou seja, se transformar em sintomas.

Conheça os pensamentos que você têm…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s