Um feedback mal aplicado me deu a certeza de que eu precisava mesmo buscar novos horizontes.

Esta foi a frase que um amigo me disse logo após sairmos do trabalho e nos encontrarmos para conversar no centro do Rio de Janeiro em 2015: “O feedback que recebi hoje me deu a certeza absoluta de que eu preciso mesmo buscar novos horizontes.”

Não é preciso mais enfatizar o quanto o despreparo de uma liderança impacta negativamente para o alcance de resultados e quiçá para a imagem da empresa. No caso do meu amigo ele já tinha muita vontade de trocar de empresa devido a perspectiva de crescimento, porém, ao passar por um último feedback em que identificou total despreparo da liderança para fazê-lo, chegou a conclusão de que era hora de mudar.

Isso acontece aos montes por aí, pessoas despreparadas sendo promovidas, sem o conhecimento mínimo possível para exercerem o cargo de líder. Saber fazer avaliação de desempenho, aplicar feedback, delegar tarefas, entre outras coisas são premissas que todo líder precisa e deve se preparar para tal se deseja um dia exercer a função de liderança em qualquer empresa. No entanto, por vários motivos, existem profissionais que são promovidos sem nenhum tato para lidar com pessoas, quiçá saber executar essas tarefas inerentes à função de um líder.

O feedback é primordial para assertividade das atividades desempenhadas e para o desenvolvimento profissional. Costumo dizer que a pesquisa de clima é um feedback que a empresa pede aos seus colaboradores sobre como andam as coisas por lá, ou seja, é uma estratégia importante porque dá resultado. Saber como você está, o que se espera e o quanto você está no caminho certo é fundamental para seguir adiante em busca do objetivo organizacional.

Sobre o feedback de meu amigo, ele disse que a liderança não teve argumento para tal avaliação após suas contestações, por isso, ficou definido que um item seria revisto e uma nova conversa seria realizada para finalizarem a questão. Ter sido mal avaliado e ter que provar o contrário foi algo muito ruim de acordo com o que ele disse, porém, definirem a correção e nunca mais tocarem no assunto transformou-se em falta de respeito com ele enquanto profissional. Ele ainda permaneceu mais 10 meses na empresa e saiu para um novo desafio, até hoje está esperando o retorno de seu feedback rs… Algo ficou bastante evidente para mim no caso dele: 1º todo líder precisa saber fazer avaliação de desempenho; 2º todo líder precisa saber aplicar feedback; 3ª todo líder precisa respeitar seus funcionários (acredito ser a mais importante).

Sei que o pensamento mais comum no caso seria concluir que meu amigo era resistente a feedback e por isso não soube lidar com a situação. Mas, o acontecimento foi um típico caso de perda de um brilhante profissional por incompetência da gestão, pois o mais adequado seria retomar o assunto e dar um parecer final para o caso, mesmo que fosse apenas para comunicar que não haveria mudança alguma na avaliação.

Aplicar feedback é uma das premissas para quem desejar ser líder. Se você não gosta ou acha isso uma baboseira certamente você não tem perfil para liderar, pode crer. Eu considero o feedback uma técnica atravessada pelo relacionamento e a forma como a comunicação flui entre o liderado e seu líder. Feedbacks em que o liderado só ouve não pode ser considero feedback, mas sim, escuta de resultados, porque no feedback é necessário haver interação, discussão, alinhamento, afinal, o feedback não é de quem aplica e sim de quem recebe.

Finalizando e refletindo sobre a importância do feedback ser aplicado pelo líder e de forma correta, me recordei do livro (Preciso saber se estou indo bem – do autor Richard L. Willians), onde o autor fala que todo nós temos um balde de feedback furado que necessita constantemente se encher. Quando, por qualquer motivo, isso não acontece através das pessoas que deviam fazê-lo, ele acaba sendo cheio por feedbacks de qualquer outra pessoa. Por isso, concluo que Líderes com dificuldade para aplicar feedback contribuem sobremaneira para a desmotivação dos colaboradores, primeiramente, isso acontece quando ele é executado de forma incorreta, e Segundamente, quando eles deixam de aplicar pois possibilita que ela seja realizado por terceiros que têm, às vezes, o perfil negativo, criando então uma barreira para o desenvolvimento profissional das pessoas e para o alcance dos resultados esperados na Organização.

Até breve!

28-feedback

1 comentário

  1. Interessante. Concordo plenamente, o respeito é fundamental para o bom relacionamento entre os profissionais na empresa, principalmente no caso de líder e liderado.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s